sábado, 5 de novembro de 2011

Braga homenageia...espanhóis!

Trata-se de um pormenor existente na cabeceira da Sé de Braga, visível aos olhos mais perspicazes na rua de Nossa Senhora do Leite, mas traseiras da catedral. Os artistas biscainhos contratados pelo Arcebispo D. Diogo de Sousa (1505-32) para refazerem a capela-mor da catedral, deixaram aos vindouros uma obra notável, onde surge destacadamente a imagem de Nossa Senhora do Leite. No coroamento da platibanda, encobrindo o telhado, observa-se o rendilhado tardo-gótico, quebrado pela existência de gárgulas, que servem para escoar a água dos algerozes. Ora, sendo típico deste tipo de esculturas o escoamento da água pela boca, há uma das gárgulas que surpreende por fazer brotar a água, não pela boca, mas pelo ânus.
Trata-se de uma figura infernal, a fazer lembrar um diabrete, que se aponta a Castela (quando digo Castela, refiro-me mesmo a Espanha...). Uma gracinha quinhentista para com nuestros hermanos, que passa incólume à maior parte dos trausentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário