sábado, 19 de novembro de 2011

Ideias para Braga: estátua a D. Diogo de Sousa

Todas as cidades têm os seu heróis e figuras preponderantes na sua história. Braga também as tem, com a agravante de parecer pouco as estimar. 
O facto do crescimento demográfico intenso da cidade ter proporcionado uma diversidade de proveniências muito vasta, é factor para uma quebra da própria identidade da cidade. Há que fazer ver aos novos bracarenses as tradições, história e factores de identidade. 
Parece-me que esse fenómeno de busca de identidade se tem intensificado. Os novos bracarenses aceitam e integram as tradições de Braga, criam novos fenómenos (como é o bananeiro no Natal, que atingiu proporções nunca imaginadas...) e sentem os sucessos e insucessos da cidade (veja-se o fenómeno Sporting Clube de Braga).
Todavia, ainda está por homenagear grande parte dos protagonistas desta tão fiel como antiga cidade de Braga. Nas principais cidades europeias observam-se grandes estátuas e monumentos a essas figuras incontornáveis. Aqui ficamo-nos por nomes de escolas ou museus e um colóquio ou congresso de quando a quando.
D. Diogo de Sousa é incontornavelmente o maior vulto da história de Braga. Arcebispo entre 1505-15032, lançou as bases do urbanismo da cidade até quase ao século XX e voltou a torná-la grande, numa altura em que poderia ter sido condenada ao esquecimento. Os descobrimentos abafaram as cidades que não estavam junto ao mar - Coimbra salvou-se por causa da Universidade... - e D. Diogo de Sousa, conhecedor da Roma renascentista, dotou Braga de novas ruas e espaços urbanos, mandou construir novos templos, fontes e infra-estruturas para o comércio. Convidou artistas para virem trabalhar em Braga e assistiu à fundação de novos conventos e promoveu a existência de formação superior, através da fundação do Colégio de São Paulo.
Lisboa homenageou o homem que a reconstruiu com a maior estátua do país, Barcelona destaca a sua estátua a Colombo...e Braga não poderia ter uma grande estátua a D. Diogo de Sousa?
Quantos bracarenses sabem o que a sua obra e administração significou para a cidade?

Sem comentários:

Enviar um comentário