quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

E se Braga tivesse um Museu de Arte Contemporânea?

Há um facto que poucos bracarenses sabem: Braga está no roteiro da Arte Contemporânea mundial! É verdade! O trabalho desenvolvido pela Galeria Mário Sequeira elevou o nome de Braga. Os públicos, aos quais se dirige, trazem à sua galeria em Parada de Tibães membros da elite artística mundial. Talvez por ser dirigido a um nicho de mercado muito particular e economicamente poderoso, a actividade da galeria não é muito popular, sendo todavia uma das mais importantes galerias de arte da Península Ibérica.
Há uns anos o dono da galeria, Mário Sequeira, havia demonstrado intenção de criar em Braga um museu de Arte Contemporânea. A Câmara de Braga não terá acolhido com entusiasmo esta possibilidade, pelo que a ideia morreu...
Ora, já que estamos em tempos de poupança, porque não potenciar os recursos que a própria cidade já dispõe? O Dr. Mário tem o espólio pessoal que gostaria de colocar em exposição; a Câmara tem um edifício premiado no contexto da Arte Contemporânea que está parcialmente desocupado e muito mal aproveitado: o Estádio Municipal de Braga, nomeadamente a bancada nascente. 
Porque não uma parceria para abrir um Museu de Arte Contemporânea em Braga? Há recursos. Há vontade. Há recursos. E há instituições que poderiam colaborar...

Sem comentários:

Enviar um comentário