sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Ideias para Braga: Festival Barroco

Numa cidade que se ufana de ter uma derivação particular de um estilo arquitectónico e de vida que marcou uma época, não há nem um roteiro particular do barroco, nem iniciativas que permitam explorar este potencial. O que se passa? Estamos todos adormecidos?
Sendo o turismo um sector decisivo da economia portuguesa e ainda mais das cidades que, como Braga, têm um património cultural invejável, era necessário um pelouro da cultura inovador e dinâmico, pronto a capitalizar todo o potencial da cidade.
Se a Braga Romana é uma iniciativa bem sucedida, porque não tentar captar públicos mais exigentes, quem sabe do ponto de vista internacional? 
Um Festival Barroco, à imagem do que acontece em algumas cidades europeias, poderia ser um foco atractivo para Braga. A quantidade inumerável de monumentos desta época poderia ser mote para conferências, concertos, teatros, exibições temáticas de rua, recriação da entrada de D. José de Bragança em Braga, e promoção do denominado Barroco bracarense com roteiros e visitas guiadas.
O retorno económico seria seguramente superior ao investimento...
A vila de Óbidos, mais parca em recursos e população, já tem um Festival Barroco, para além da Vila Natal, Feira do Chocolate, Festival de Ópera, Semana Santa, entre outros...

2 comentários:

  1. Obrigado Catarina! Infelizmente muitas das pessoas que acabam por chegar a esses cargos, não o exercem por gosto ou vocação, mas simplesmente por carreira política. Gabo muitas vezes o trabalho da Ilda Carneiro como vereadora. Porém, podia ter ido tão mais longe... Talvez não dependa dela, mas da aposta que a própria Câmara faz na cultura.
    Se soubessem os ganhos que isso traria para a cidade, mesmo a nível económico!
    Quero continuar a sonhar!

    ResponderEliminar