quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Porque é que os bracarenses continuam distantes das passagens pedonais?

Ontem ocorreu mais um atropelamento mortal em uma das denominadas avenidas rápidas de Braga. Um idoso de 83 anos foi atropelado na Avenida Imaculada Conceição, junto ao Lidl. Distava 300 metros de uma passadeira e outros 300 de uma passagem aérea. 
Todos os dias diversos peões insistem em atravessar fora do local determinado, muitas vezes fazem-no junto aos respectivos circuitos pedonais.
Todavia, questiono se neste lugar tão movimentado - saída do Lidl, paragem do autocarro e acesso à colina da Cividade - não deveria haver uma passagem para peões? Há planificação a nível da mobilidade da nossa cidade?

Sem comentários:

Enviar um comentário