segunda-feira, 12 de março de 2012

Um sonho contra a hipocrisia...

Já todos sabemos o nível de isenção da imprensa nacional e desportiva. Basta ouvir os relatos de futebol nas rádios ou ler as páginas de qualquer um dos 3 jornais diários, que se debruçam sobre as questões do futebol. Há um então, cuja isenção é impressionante...
O Sporting de Braga jogou e venceu por 2-1 a União de Leiria. Ao minuto 3' o jogador Rúben Amorim foi 'ceifado' e, ainda na primeira parte, o mesmo sucedeu com Mossoró. Dois cartões vermelhos por mostrar. Porém, para a imprensa apenas existiu um lance polémico - que até pode ser questionável, dada a posição da cabeça do jogador... Para quem viu o jogo, ficou muito claro que se o Braga fosse empatado para o intervalo, teria poucas dificuldades em consumar a vitória. Em abono da verdade, o Braga deteve um domínio avassalador sobre o adversário, tendo sido o jogo com mais oportunidades de golo em toda a época. Os jogadores do Leiria pouco comentaram o lance e os próprios jornalistas que dele falaram, admitiram que dificilmente o Braga perderia... Quem tiver dúvidas, veja o vídeo do jogo.
Ontem, mais uma vez, o Benfica foi beneficiado. O Bruno César, autor do golo da vitória, não deveria já estar em campo e os dois penaltis simulados são dois penaltis simulados, com quedas muito pouco artísticas... É impressionante como se tenta alterar a realidade e a verdade dos factos, como já aconteceu com as análises posteriores ao jogo com o Porto, em que ficaram dois penaltis por marcar em favor do Porto. Se calhar o Benfica até ganhava o jogo, mas vale a pena sermos honestos nas análises... O Paços falhou golos e o adversário, com maior talento, soube ser eficaz.
O facto de se ter os holofotes da imprensa constantemente a falar de nós, não nos pode dar o direito de tentar camuflar a verdade. Infelizmente assim acontece.
Tal como há dois anos, aquando das estranhas suspensões de jogadores adversários, que vieram mesmo a propósito para a conquista do título, temos que nos preparar para os próximos capítulos esta época.
Sou bracarense, sim senhor, e é natural que também queira ver mais o que prejudica o meu clube. Todavia, ninguém me tira o direito de denunciar a hipocrisia. Felizmente há muitos benfiquistas a pensar como eu.

E o sonho está cada vez mais perto...

Sem comentários:

Enviar um comentário