segunda-feira, 24 de junho de 2013

O Hino da Cidade de Braga

Braga Augusta, teu historial sem par,
Que nos apraz lembrar, já muita idade tem
São nobre os trilhos do teu mui longo andar,
Que até nós vêm teus cidadãos e filhos.


REFRÃO: 
Bracarenses, soem hinos
À cidade digna de louvor e glória
Nós cantamos Braga Eterna
Que uniu sempre a Fé e a Pátria em sua história


Desde Roma foste notável povo
Sempre em melhor renovo
E voz altiva já!
Mas existias há muito tempo cá
E no manhã serão mais os teus dias

REFRÃO

Da Galécia capital foste leal;
E outra vezm por sinal,
Co'o Suevo cá chegado
Que à Cristandade, por conversão real
Deu um Estado nesta Augusta Cidade

REFRÃO

Desta Pátria Teresa e Henrique avós
A Catedral a sós
Os guarda em seu poder
E Portugal Afonso o põe de pé
Por esta Sé D. Paio Mendes ter

REFRÃO

Arcebispos Senhores todos eram
E em couto bem mer'ceram
Terras que Afonso doou
E a Catedral, que Portugal mais velha,
A Igreja espelha que o mundo a Deus levou

REFRÃO

Pedro Hispano luso cosmopolita
Foi teu metropolita
Antes de Papa ser.
E ensinou toda a Europa então
Que remoçou com tão alto saber.

REFRÃO

Dois milénios levou o tempo à foz
Desde a romana voz
Que augusta te chamou
Por graça infinda o bimilénio após
Não te enrugou, és jovem Braga ainda!

REFRÃO


Os teus montes Sameiro e Bom Jesus
Bênçãos de graça e luz 
para os teus filhos são,
Mas outros mais, que aqui a Fé conduz,
Partir não vão sem graças celestiais.

REFRÃO

Na bandeira são singular brasão
De secular acção 
O branco e azul da cor
Luta e porfia de quem em seu labor,
Só no Senhor e em si, feliz, confia.

REFRÃO

Baluarte de nobre tradição
Que tanta geração
Prendou com seu viver;
Que Deus, enfim, por sua dignação,
Te faça ver mais milénios assim!

(Hino da Cidade de Braga; música oferecida à cidade em 1856 por Fernando José de Paiva; letra de 1999, da autoria de Amadeu Torres)

1 comentário:

  1. Boa Tarde eu gostaria de saber se sera possível arranjar os acordes do hino de Braga.
    Obrigada

    ResponderEliminar