terça-feira, 31 de julho de 2012

Há fumo nas Sete Fontes

Mais um incêndio fustigou, na tarde de ontem, a mata das Sete Fontes. Uma sucessão de acontecimentos deste género têm flagelado o mais novo monumento nacional bracarense. Não deixa de ser estranho, numa época em que se discute o Plano de Pormenor dos terrenos e em que a especulação imobiliária nesta zona da cidade se torna particularmente apetecível.
Parece a repetição do sucedido com a malograda Casa da Orge, também ela fustigada por pequenos incêndios antes de dar lugar a um mega empreendimento construtivo. Claro que tudo isto é pura coincidência...

É uma pena que não se saiba quem são os proprietários dos terrenos, quando os adquiriram (se muito antes ou depois da alteração do PDM nesta zona), e que tipo de ligação tinham ou têm com a Câmara Municipal de Braga. Deixo aqui esta sugestão. Haveria surpresas?

Para quando a transparência?

Sem comentários:

Enviar um comentário