terça-feira, 7 de agosto de 2012

240/mês para alunos da UM: auxílio ou exploração?

Soubemos ontem que os alunos da Universidade do Minho (UMinho) poderão ganhar até 240 euros por mês a troco de 80 horas de "mão-de-obra" na instituição, como apoio a bares e cantinas ou trabalhos de manutenção e conservação das residências.
Esta medida, que se destina a estudantes economicamente mais carenciados, estipula o pagamento de três euros por cada hora de "trabalho".
Não poderemos nós questionar a virtude desta medida?
Na prática a universidade vai beneficiar dos serviços de alunos em troca de um valor bastante abaixo do mercado de trabalho e, ainda, assegurar as suas carências a nível logístico.

Será auxílio ou uma forma dissimulada de poupança e exploração? 

Sem comentários:

Enviar um comentário