sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Água, um valor vital para a humanidade

Desperdiçar as Sete Fontes é pôr em causa o futuro das próximas gerações
A ONU assinalou, por estes dias, a Semana Mundial da Água, uma iniciativa criada em 1991 para alertar a comunidade internacional para a necessidade de proteger o bem mais fundamental para existir vida. Os objectivos que norteiam esta semana temática é, não apenas recordar os milhões de pessoas que em África e na Ásia não têm acesso a água salubre, mas também sensibilizar os países desenvolvidos para a necessidade de proteger as nascentes e os rios, de forma a salvaguardar recursos para as próximas gerações.
Aquilo que hoje temos em abundância, não é garantido para o futuro.
Bem fazia a alguns decisores políticos bracarenses patrocinarem esta iniciativa da ONU. Talvez olhassem para as Sete Fontes com outros olhos. Talvez não permitissem construções junto às falhas geológicas que permitem a renovação dos aquíferos. Talvez não destruíssem os canais de abastecimento, mantendo viva a utilidade deste complexo que dá de beber aos bracarenses desde há mais de 2 mil anos...

PS - A fonte do Largo do Paço bebia das Sete Fontes. Agora está sem água...

Sem comentários:

Enviar um comentário