quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Ideias para Braga: recordar Camilo Castelo Branco

Camilo Castelo Branco é um dos mais célebres escritores portugueses e o autêntico descritor da alma minhota. Os seus relatos sobre o Minho e sobre o ritmo de vida e os hábitos da sua capital, são absolutamente pertinentes, mesmo com a ironia que tipifica a sua obra.
Recordando o ciclo de teatro dedicado ao pai do teatro moderno, William Shakespeare, que a Guimarães 2012 realizou ao longo deste mês, porque não recordar Camilo Castelo Branco num festival similar nas ruas da cidade de Braga?
Poderiam ser representadas as novelas do Minho (particularmente o Senhor Comendador, cuja trama se centra em Braga), ou recordado o seu ópusculo sobre o Bom Jesus do Monte, num ciclo anual, que contribuiria para dinamizar os grupos de teatro do município de Braga. Este festival poderia integrar um colóquio sobre literatura e um roteiro pelos locais preferidos de Camilo na cidade de Braga. Integrando-se no Mimarte, ou noutra iniciativa já existente, este festival poderia preencher o pobre programa cultural oferecido pelo município no mês que mais visitantes traz a Braga: Agosto.
Uma ideia para o pelouro da cultura...

2 comentários:

  1. Boa noite. Penso que para 2013 e para o proximo mantado do executivo camarário, é fundamnetal que se pense e repense o numero de mortes por atropelamento ocorridos na circular externa.

    A solução passa ppela colocação de lombas ou semaforos.

    Meus caros leitores, estamos no seculo XXI, morrem em Portugal, por ano 500 a 600 pesoas em acidentes rodoviários. Será que estamos em guerra?

    Jose Barradas

    ResponderEliminar
  2. Boa noite.
    Apenas posso dizer que este senhor tem toda a razão, toda.

    ResponderEliminar