sábado, 15 de setembro de 2012

Braga mobilizou-se contra a Troika

@ www.dn.pt
Os bracarenses aceitaram o repto e compareceram massivamente na avenida Central para a manifestação anti-Troika que se estendeu a cerca de três dezenas de cidades portuguesas.
Calcula-se em cerca de 10/12 mil o número de pessoas que compareceram para protestar contra as medidas de austeridade promovidas pelo Governo.
Pena que alguma imprensa não tenha cá posto os pés para ver a adesão dos bracarenses. Continuo a não perceber porque para os órgãos de comunicação públicos, Coimbra, Évora ou Faro são mais importantes que Braga.

Ao Governo exige-se humildade democrática, que significa recuar nas medidas que pretende implementar, contra todas as opiniões avalizadas, inclusive dos próprios partidos no poder. 
Apesar de tudo, o Governo de Passos Coelho conseguiu um milagre: um consenso nunca visto na política portuguesa...

1 comentário:

  1. Este caso da manifestação é o último exemplo, mas infelizmente exemplos destes não faltam... Para os meios de comunicação, grosso modo, parece que Portugal se resume a Lisboa e ao Porto. De vez em quando ainda se vão lembrando que há uma ou outra localidade.

    Quanto à manifestação em si: sem dúvida que os portugueses começam a reagir. Esperemos é que o Governo faça uma ajuizada interpretação da reacção dos portugueses. Todos os partidos políticos deviam fazer uma reflexão sobre o estado do país e dos seus cidadãos.

    ResponderEliminar