quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Campo dos Arcebispos, dos Touros ou Praça do Município?


O Campo dos Arcebispos no mapa de Braga em 1594
O Campo dos Touros, no tempo do Arcebispo D. José de Bragança

A praça municipal em meados do século XIX
 A Praça do Município é um espaço urbano, que nasce nos antigos terrenos do paço dos Arcebispos, presumivelmente fundado no século XIV. No mapa de Braga de 1594 já aparece definido como “Campus Archiepiscopi ubi ludi equestres exercentur”, que quer dizer “Campo do Arcebispo, onde se realizam jogos equestres”, sendo provavelmente utilizado já como espaço público, já que dava acesso ao postigo de Santo António, embora ainda com poucas habitações nas suas margens.
Vai ser com D. José de Bragança que este espaço vai ganhar importância, tornando-se num dos mais importantes espaços urbanos da cidade, por nele serem instalados os dois edifícios referência do poder: o Palácio do Arcebispo e a Câmara Municipal. Vai ser também este prelado a trazer de Lisboa a tradição das touradas a que ele próprio assistia da sua varanda. O antigo campo dos Arcebispos é, então, baptizado de Campo dos Touros, como vem referido no Mapa de Braga Primaz, do ano de 1755. Neste mapa detectamos também que a praça ganhava uma configuração muito semelhante à Plaza Mayor espanhola, com galerias a completar os pisos térreos das habitações. Estes espaços foram mandados fechar pela autarquia no século XIX .
Em 1866 um terrível incêndio consome a quase totalidade do antigo palácio mandado edificar por D. José de Bragança e em 1949 é desmantelada a capela de Santo António da Praça, que se localizava no topo oriental desta praça, para abrir a rua Eça de Queirós.
A partir do ano de 1873, o centro da praça passa a ser utilizado como mercado a céu aberto, passando a deter um edifício da autoria de Moura Coutinho para acolher o mercado municipal, transformando a praça num quarteirão de quatro ruas. Estávamos no ano de 1915 e em 1955 a cidade passa a ter um novo mercado na praça do Comércio, desmantelando-se o edifício entretanto construído. É devolvida a dignidade à praça, que ganha a actual configuração com a colocação da fonte do Pelicano em 1967, que pertenceu ao antigo paço arquiepiscopal.

PS _ A designação oficial deste espaço urbano é "Praça Municipal", e não "Praça do Município".

4 comentários:

  1. “Campus Archiepiscopi ubi ludi equestres exercentur”.
    A tradução correcta será:
    “Campo do Arcebispo onde se realizam (são realizados) jogos equestres”.

    ResponderEliminar
  2. Parece que alguém vai ter de fazer umas alteraçõezitas na página da Wikipédia...

    ResponderEliminar