sábado, 1 de setembro de 2012

Ideias para Braga: re-criar a rua do Souto

@ Águeda 2012
A fotografia acima exposta foi tirada na cidade de Águeda e circula por alguns sites europeus. Esta instalação artística, feita de guarda-chuvas coloridos, não apenas chama a atenção pela originalidade, como acaba por proteger os trausentes do calor que se faz sentir nos dias tórridos de verão. A rua Luís de Camões - uma espécie de rua do Souto de Águeda – é uma artéria pedonal e com muito comércio. Conseguiu atrair o olhar de muitos visitantes e, certamente, serviu de factor extra para trazer as pessoas ao centro da cidade.
Há alguns anos falava-se na necessidade de fazer uma cobertura na rua do Souto, um “telhado” que permitisse maior comodismo e, ao mesmo tempo, concorrer directamente com os grandes centros comercais da periferia. Por estes dias, tecidos brancos preenchem o espaço aéreo da rua, mas estes apenas com a finalidade de destacar o grande evento da CEJ, Noite Branca.
E que tal se a Câmara Municipal convidasse artistas para cobrirem de orginalidade a rua do Souto em algumas alturas do ano? Quantos ganhos não teria o comércio no centro histórico com uma iniciativa deste género? E a imagem da cidade junto dos visitantes, não ficaria mais límpida e atractiva (e melhor do que apresentar arames e ferros nas principais artérias da cidade…)?
Enquanto se destrói o comércio tradicional entregando na totalidade o estacionamento a privados e reduzindo o número de lugares disponíveis para estacionamento ou a circulação automóvel, com as intervenções urbanísticas mais recentes, poder-se-ia estudar atractivos que façam as pessoas vir ao centro.
O exemplo de Águeda, ou até de Guimarães, é a prova de que a cultura é um ganho para qualquer localidade e um meio de afirmação mais óbvio e eficaz.
Pena que em Braga não se pense assim...

1 comentário:

  1. Fico curioso com o evento que permite degradar a imagem da Rua do Souto. Os panos brancos dão uma imagem de feira rasca de 5º categoria. Se aquilo é a capital europeia da juventude percebo agora porque quase todos perguntamos por onde anda ela. Mas visto a preparação do evento a coisa não será para desejar que, ande por onde ande, fique por lá? Como Bracarense desejo que o tal evento justifique tudo. Eu quero é ter orgulho na minha cidade e todos os sucessos e insucessos que alegram ou deprimem.

    ResponderEliminar