sábado, 29 de setembro de 2012

Maior clube do Minho conquistou rival

@ www.tvi.iol.pt
É um facto que as vitórias no terreno do Vitória de Guimarães foram escassas nos já muitos anos de história de derbys no Minho (6 para o campeonato e 2 para a Taça de Portugal), mas a de ontem acaba por confirmar a diferença de potencial existente actualmente entre as duas equipas e os dois clubes.
Ontem o maior clube do Minho venceu por 2-0, com golos de Éder e Hugo Viana, dando sequência a uma exibição de classe e talento. Está de parabéns José Peseiro, que soube dar a volta a duas péssimas exibições, e os jogadores que foram, uma vez mais guerreiros. Apenas o desastrado Elderson destoou - os dois lances mais perigosos do Vitória estão ligados a erros nigerianos...
Se dissesse que esta vitória não vale mais que as outras, estaria a ser hipócrita. Por isso mesmo, hoje é um dia feliz para as gentes brácaras e a confirmação inequívoca acerca de quem é o maior clube do Minho. É um facto que o Vitória leva a dianteira em número de épocas na 1.ª divisão, porém o Braga consegue bater tudo o resto: mais sócios, mais títulos, mais jogos europeus, melhor classificação na Liga e uma inédita final europeia. Nada que abale a grandeza de ambos os emblemas!

É lamentável que as duas direcções não se entendam e sirvam de mote para a agressividade de algumas franjas de adeptos. Afinal o exemplo deve vir de cima...

1 comentário:

  1. Não percebo o comentário ao Elderson. Foi dos melhores. O lance que refere do cabeceamento que foi o maior perigo causado pelo vitória só não deu golo porque Elderson saltou e atrapalhou o adeversário. Duvido que Ismaily saltasse.
    O outro lance deverá ser a a falta que ele fez e deu lugar a um livre perigoso. Fez muito bem a falta porque viu que não tinha ninguem nas costas para fazer a dobra. Mostrou portanto inteligencia.
    De referir que Elderson esteve tb envolvido em vários ataques, tendo quase feito uma assitencoa para golo.

    ResponderEliminar