segunda-feira, 10 de setembro de 2012

O arquitecto, o estádio e o camafeu...

O arquitecto Souto Moura deu uma entrevista a um jornal nacional e lamentou-se pelo facto do Estádio Municipal de Braga vir a sofrer algumas alterações, que supostamente estão a ser projectadas. Exibindo os galardões alcançados com esta obra, o conceituado arquitecto sente-se ferido no orgulho.
Mesmo sem saber quais são as alterações que a autarquia irá promover, é bom lembrar que esta "obra de arte" apresenta algumas evidentes disfuncionalidades, típicas de quem não frequenta um estádio de futebol ou quando lá vai tem estacionamento garantido no interior do estádio e acesso directo para os camarotes...
Gostava, um dia, de ver Mesquita Machado, Souto Moura ou António Salvador a irem ver um jogo do Sporting de Braga como comuns mortais. Talvez as tais disfuncionalidades fossem rapidamente corrigidas.

3 comentários:

  1. O meu pai com 70 anos, deixou de ir ver os jogos porque lhe custava demasiado ter que subir aquelas escadas todas.
    Ninguém pensou em elevadores?!?

    ResponderEliminar
  2. Realmente os elevadores faziam falta e... ate os há... so q so para os priveligiados que possuem camarotes.

    Por falar em camarotes qual a Vopssa opinao pelo facto de a AGERE, um empresa publica e que pratica os preços mais elevados de água de pais, possuir no estadio um camarote central para os seus administradores? Nao será isto mau uso de dinheiros publicos... afinal é uma empresa publica que vive sem concorrencia e que todos nos pagamos... Agora tambem andamos a pagar camarotes a esses senhores?

    ResponderEliminar
  3. Rui gostava de ouvir a tua opiniao sobre o facto de AGERE possuir camarotes no AXA.

    ResponderEliminar