quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Braga com lucro de 5 milhões

Pelo terceiro ano consecutivo, a SAD do Sporting Clube de Braga alcançou um lucro significativo, confirmando a boa gestão financeira e desportiva do clube, protagonizada pelo seu líder, António Salvador. 5,09 milhões de euros foi a margem de lucro, para a qual contribuíram as vendas de alguns jogadores que renderam 13,65 milhões de euros.
Para desgosto de muitos - infelizmente até alguns bracarenses - o maior clube do Minho continua a dar sinais de crescimento, alcançando um patamar nunca antes almejado por clubes fora do eixo Sporting-Porto-Benfica. Nem mesmo o Boavista campeão chegou tão longe, mesmo beneficiando de certas regalias...
Estamos no caminho certo!

26 comentários:

  1. Com regalias financeiras que o s.c.c.m. braga tem, até me parece pouco lucro.

    ResponderEliminar
  2. É muito bom que o SCBraga tenha lucro e ainda mais pelo terceiro ano consecutivo. Mais uma razão para avançarem rapidamente com a construção da desejada academia e centro de estágios. Espero é que desta vez não sejam todos os bracarenses a pagar. É que o estádio Axa, que tanto dinheiro rende ao SCB, já é uma contribuição muito acima dos nossos bolsos. Eu até gostaria que a CMB vende-se o estádio ao SCB por 1 euro com a reserva deste não poder vendindo ou penhorarado sem ideminizar a CMB no valor actualizado da construção. Assim sempre se poupavam 12 milhões nos próximos anos. Brilhar com o dinheiro dos outros é fácil. Há famílias que pagam mais de arrendamento do que o SCB paga por uma estrutura que lhe dá um lucro enorme. O acordo com a AXA devia dar cadeia e ser ensinado nas universidades como exemplo de má gestão da coisa pública.

    ResponderEliminar
  3. Espero bem que 17% desse valor reverta a favor da CMB, que é a quota da mesma na SAD do SCB. Como bracarenses, deveríamos exigir isso!

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito de visitar este blog, sobretudo pelo seu olhar crítico sobre as coisas que se passam na cidade do meu coração.
    Mas este texto enferma de miopia, quando fala de regalias de outros, quanto o nosso SCB (eu gosto do SCB, mas não sou cego)tem regalias que nem o Boavista teve, pois esse clube pagou o seu próprio estádio.
    Por isso era de se questionar aqui, para onde vão esses lucros anuais, porque é que o SCB clube e não a SAD, continua com passivo e porque é que a Câmara tem prejuízo colossal com a disponibilização do estádio e estruturas de treino anexas a ele.
    Não tenho duvidas que as campanhas europeias do SCB, são publicidade valiosa à nossa cidade, mas até isso deveria ser contabilizado em nome da transparência...

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito de visitar este blog, sobretudo pelo seu olhar crítico sobre as coisas que se passam na cidade do meu coração.
    Mas este texto enferma de miopia, quando fala de regalias de outros, quanto o nosso SCB (eu gosto do SCB, mas não sou cego)tem regalias que nem o Boavista teve, pois esse clube pagou o seu próprio estádio.
    Por isso era de se questionar aqui, para onde vão esses lucros anuais, porque é que o SCB clube e não a SAD, continua com passivo e porque é que a Câmara tem prejuízo colossal com a disponibilização do estádio e estruturas de treino anexas a ele.
    Não tenho duvidas que as campanhas europeias do SCB, são publicidade valiosa à nossa cidade, mas até isso deveria ser contabilizado em nome da transparência...

    ResponderEliminar
  6. Temos em Braga algumas empresas em grandes dificuldades, e que têm grande importância social para a cidade, devido ao número de Bracarenses lá trabalham.
    Deixo uma pergunta, alguma empresa com o mesmo número de funcionários do sc braga SAD, recebe da CMB algum apoio em termos de instalações ou de outro nivel ???

    ResponderEliminar
  7. Se não fosse o SCB o estadio AXA estaria ao abandono. O erro inicial foi terem feito o estadio que fizeram, com os custos que teve e na localização que tem. Agora não há nada a fazer, se a camara n disponibilizar o estadio a um clube do concelho aquilo ficará abandonado.
    Só a visibilidade do clube na champions e os turistas que traz a cidade chegam para pagar as despesas que a camara tem com o estadio. Não chega para pagar o custo da construção, mas que eu saiba isso não é culpa do clube.

    ResponderEliminar
  8. Até concordo que o tipo de construção e localização do estádio agravam o problema, mas não é o sc braga que está a fazer um favor à cidade, acho que está a ver a situação ao contrário.
    O favorecimento de que o clube/SAD beneficia é que é grande problema. Se o estádio fosse outro os custos seriam menores mas a CMB continuaria a pagar factura que não lhe pertence, este tipo de situações já se arrastam desde o etádio 1º Maio.
    Porque é que quem pagar as despesas de manutenção é a CMB?( mesmo aquelas que são de responsabilidade directa do sc braga, como relvados, estragos provocados nas bancadas, limpezas, etc, etc...).
    A venda do nome do estádio depende directamente das campanhas do sc braga, mas pelo menos uma parte desse valor não deveria ser para a CMB ?
    Será correcto que seja o sc braga a receber dinheiro com as visitas ao estádio, quando o estádio não lhe pertence ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As despesas de manutenção deveria ser o SCB a pagar. Mas tb não é por aí que a camara vai à falência. O estadio para além de mal localizado é sujo, não é limpo como outros estadios são e talvez se fosse o SCB a fazer esse trabalho a situação mudava e os turistas passavam a ver uma coisa mais bonita e arranjada.

      O dinheiro do nome do estadio foi negociado pelo SCB com um dos seus patricionadores. A camara não tem nada que receber dinheiro daí. E sendo a camara um dos acionistas do SCB recebe dividendos pelos lucros gerados, por isso só é interesse da camara que o clube dê lucro.

      Eliminar
  9. Acho piada a esta quase chantagem de que sem o SCBraga o estádio ficaria deserto. E daí? Isso teria mais custos à CMB? Não, no limite teria até redução de custos. E o SCBraga jogaria onde? No 1º de Maio? Não me recordo de o SCBraga ter comprado o 1º de Maio e porque é que a CMB teria que ceder esse estádio que até nem deve estar em condições. Recordo que quando o Merlinense ia receber o Guimarães se verificou que a iluminação não estava operacional. E mesmo que tivesse onde seriam o jogos internacionais? Lá? Será que passaria na UEFA? Não me parece. O que faria o SCBraga? Faria como o Leiria? Com os mesmos resultados? Deixem-se de tretas e pelo menos mais vale assumir os eneormes benefícios que o SCBraga recebe da CMBraga. Nem interessa a discussão se são merecidos ou não, mas mostrar agradecimento é um sinal de educação. O resto mais parece birras de meninos mal educados. É o SCBraga que precisa da CMBraga e não o contrário. A CMBraga deve apoiar o SCBraga, mas o futebol não pode ser um mundo aparte. A CMBraga não pode meter todos os ovos no mesmo cesto e nesta época de emergência social as coisas precisam de ser mais ponderadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguem fez chantagem nenhuma que eu me lembre, até porque as relaçoes camara clube são boas. A camara até é acionista do clube. E o clube até é um dos melhores patricionadores do nome da cidade pela europa. E tb tem trazido alguns milhares turistas para a cidade em jogos europeus nos ultimos anos.
      Se esta discussão de vantagens/desvantagens que existem pelo facto de a cidade ter 1 clube de sucesso não lhe interssam, não sei o que quer discutir. Em relação ao beneficios era bom tb saber quanto gasta a camara com a manutenção do estadio. Até paraece que estamos a falar de milhoes.

      Eliminar
    2. meu caro são 12 milhões de euros nos primeiros 18 anos.

      Eliminar
    3. Isso dá mais de 50000 por mês. Deve estar a considerar o pagamento do estádio nesses nºs.

      Eliminar
    4. os dados estão publicados e podem ser consultados por exemplo aqui (http://ruadosouto.blogspot.pt/2012/10/segredos-moda-do-ps-de-braga.html) mas procure a notícia no DM. São mesmo 12 milhões, ainda que sejam nos 30 anos do contrato.

      Eliminar
    5. O que me indicou não são dados, é outra noticia. E são 33.000 por mês. Baseando-me no blog que me indicou (porque não há link para a fonte real) a grande fatia dos custos são registadas como obras de reparação em despesas diversas. Não deve ser o SCB a pagar obras de reparação.
      Mas acho que nem vale a pena discutir, porque 33000 por mês é um valor razoavel para a dimensão do esdificio que estamos a falar.
      E lembro que esses 33000 são para todos os eventos realizados no estadio. Para alem de futebol existem concertos, festas academicas, visitas turisticas, exposiçoes, etc.

      Eliminar
  10. Alem de praticamente não pagarem nada pela utilização total do estádio ainda conseguem rentabilizar um património de todos em favor deles.
    1º Venda do nome do estádio.
    2º Receita das visitas ao estádio.
    3º Multas que os clubes visitantes são condenados a pagar por estragos provocados pelos adeptos no estádio. Normalmente milhares de euros, valores muito superiores aos 6000,00€ anuais de renda.

    ResponderEliminar
  11. Para o das 2:07 de 22 de Out, se procurar bem há lá um link para a notícia e as fragilidade da sua argumentação começam por aí. Para não dizer que não encontra a notícia aqui fica o link
    http://www.diariodominho.pt/conteudos/47380
    E já agora porque é que o SCB não deve pagar a manutenção de uma estrutura que utilza em exclusividade e só com a sua autorização pode ser utilizada por outros? Acha que deve ser a CMB a pagar as cadeiras que a claque parte. O que deve ser a CMBraga a pagar os estragos do público visitante? Mesmo que seja o SCBraga a receber as compensações por parte da Liga? E não vale a pena discutir que 33.000 por mês - nem me dei ao trabalho de verificar as contas - porque é razoável? Como? Utilizam uma coisa que custa, em manutenção, pelas suas contas, 33.000 e pagam 500 mas como e é razoável não se deve falar disto? Procure nas contas da CMBraga as receitas desses "concertos, festas academicas, visitas turisticas, exposiçoes, etc" para saber se existem. É que tudo o que existiu no estádio fui apenas porque o SCBraga autorizou e não porque a CMBraga quis. Sobre futebol eu recordo-me de um que não aconteceu porque o SCBraga não autorizou. Recordo-me que o Merelinense não jogou no atual estádio municipal de Braga, como queria, um jogo da taça com o Guimarães porque o Braga não deixou.
    Eu até acho que o SCBraga deve ser apoiado, mas apoiar é diferente de sustentar. E se existem lucros é porque não precisam de tanto apoio. As prioridades da CMBraga devem ser outras, muito mais agora. Há muitos sócios do SCBraga desempregados e precisam é de empregos. Empregos que a CMBraga poderia apoiar com taxas mais baixas, atrair investimentos, etc...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que me deu foi o link do diario do Minho. Isso é a fonte??
      Eu pedi-lhe o tal relatorio que a camara enviou para o tribunal de contas. Isso é que seria a verdadeira fonte, e não noticias de jornais.
      Quanto à autorização, deve ler o contrato programa. A camara não tem que pedir autorização ao SCB, tem apenas de comunicar e fazer o que quiser pois o estadio é seu. Se os outros clubes não jogaram lá foi porque o Mesquita não quis e deu ouvidos ao SCB, porque se quisesse teria feito lá os eventos que bem entender.
      Disse que a camara sustenta o clube. 33.000 por mês para manutençao de uma infraestrutura usada por milhares de bracarenses em vário eventos não só futebol. E o Braga tem 5M de lucro. Acha que isto é sustentar. A CMB simplesmente faz o seu papel de incentivar a actividade oreferida dos bracarenses.
      Repito: 33.000 por mês para mautenção de um estadio disfuncioanl que ultrupassou os 100M e que tem ao lado um monte de betão que custou 8M. Abra os olhos, se quiser queixar-se leia os relatorio e contas e não se baseie em jornais e blogs. O nº de bracarenses que sehuem o clube, a projeção do nome da cidade pelo pais e europa e os turistas que vêm à cidade mais que justificam os 33.000. E lembro que a CMB é acionista do clube, ficando por isso a ganhar com o sucesso deste.

      Eliminar
  12. Devo lembrar que este projecto megalómano do triangulo maravilha CMB - empreiteiros - sc braga, foi construído para o Euro mas já com o intuito de ser cedido ao braga. Se fosse só para o Euro nunca seria construído.
    Os valores que saem da tesouraria da CMB são muito superiores porque a esses milhares para a manutenção temos de somar os milhões da construção, que continuam a ser pagos por todos nós.
    A manutenção elevada e o estádio não ser funcional não podem servir de desculpa para o clube não pagar ao menos a parte das despesas relacionadas com o futebol e actividades do clube.
    A CMB paga a construção e manutenção de todas as infra-estruturas quer de treino quer de jogo do clube, eu chamo a isso financiar não apoiar.
    Não atirem areia para os olhos das pessoas, acha mesmo que o clube vais distribuir dividendos pelos accionistas? A CMB vai receber 17% desse valor e se calhar ainda vai ter lucro !
    Esses cinco milhões não saem dos cofres do sc braga..

    ResponderEliminar
  13. Deixa-me cá ver 33.000 x 12 meses x 18 anos dá 7.128.000. É isso? Deve haver um erro porque ainda falta um bocado para os 12 milhões estimados. É absolutamente incompreensível como a clubite cega o raciocínio de alguns. Como é que alguém é capaz de perceber que um buraco de 8M é demasiado e acha que 12M (ainda que os transforme em 7,128M) é pouco? Dizem que as piscinas não avançaram porque os custos de manutenção seriam muito elevados, mas quanto elevado seriam? Seria mais de 33.000 euros mensais? Será que afinal se deveria acabar as piscinas? O pior é que os custos da CMBraga com o estádio não são apenas os da manutenção. Há ainda os enormes custos relacionados com a sua construção que pagaremos por muito tempo. Fica cada vez mais claro o enorme erro que foi a construção do estádio e o peso enorme que ele assume nas contas da CMBraga. Um custo que pesa em todos os Bracarenses, mas que, curiosamente, não pesa nada na colectividade que o utiliza. Ainda que retire da sua utilização enormes benefícios. Uma situação que seria sempre anormal, mas que em época de crise é simplesmente imoral.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 33.333 x 12 meses x 30 anos = 12.000.000

      Como vê não falta nada. Falta é você acrescentar uns anos à sua conta. Uma piscina tem um custo de manutenção muito superior ao estádio AXA. Lembro que o estádio usa a agua da chuva para regar o relvado, poupando assim a maior parte da factura que poderia ter com agua. A electricidade nos dias de jogos é paga pelo clube, assim como tudo o resto. O que a CMB paga são obras de reparação em despesas diversas. Parece-me logico que seja importante preservar um espaço que é um simbolo arquitetonico da cidade. Se acha que 33.000 euros em reparações é muito, vá a CMB queixar-se e perguntar para que empresa é que foi o dinheiro. Para o SCB não foi de certeza.

      Quanto aos custos de construção o SCB não tem nada com isso. A decisão do local e arquiteto foi feita pela camara.
      O que é preciso fazer agora é rentabilizar o espaço (não só o estadio mas toda a envolvente), e isso esta a ser feito. Se tirarem de lá o futebol aquela zona morre e todos os acesso feitos até lá deixam de fazer sentido.

      Eliminar
  14. Percebi. É o estádio que precisa do SCB e não o contrário. É por isso que a CMB paga ao SCBraga para jogar lá. Ok. Não tinha percebido a coisa desta forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É obvio que o estádio precisa do SCB. Sem os seua jogos lá o estádio entrará num estado de degradação pouco aconselhavel a uma obra Pritzker.
      Já lhe demonstrei que a camara não paga ao SBC nada. A camara simplesmente tem despesas de manunentação num edificio que é usado por centenas de milhares de pessoas por ano. Usado em eventos desportivos, informaticos, academicos, musicais, turisticos, etc.

      Eliminar
  15. Eu não tenho qualquer motivação contra o SCBraga. Rejubilo com as suas vitórias e só não sofro com as derrotas porque não dou a futebol essa importância. Aceito que a CMBraga apoie o desporto e que esse apoio seja em função de resultados e representatividade. Não posso ficar indiferente a quem depois de saber quanto a CMBraga gasta com o clube é capaz de negar esse apoio e inverter a relação de dependência. Afinal onde é que o Braga jogava e treinava se não fosse no AXA? Os jornais de hoje dizem que o maior motor económico da região - a Universidade do Minho - vai desligar o aquecimento e fechar as aulas nocturnas. Este é o tempo que estamos a passar. Só que no meio de tudo isto há um clube que apresenta lucros de 5M de euros, usa uma estrutura que custa 33.333 euros por mês pela qual apenas paga 500 euros e devemos estar agradecidos porque senão aquilo ficava às moscas. Claro que então, como já não interessa, os alegados "eventos desportivos, informaticos, academicos, musicais, turisticos" já não contam. Haja paciência. Já agora, para completar a festa, explique lá porque é que para além disto tudo devem os Bracarenses pagar a construção do centro de estágios do SCBraga?

    ResponderEliminar
  16. Se o clube não jogasse lá a CMB poderia continuar a fazer a manuntenção, e o estádio estaria em boas condições na mesma ou ainda melhores.
    Como o desgaste era menor ainda ficava mais barato.

    ResponderEliminar
  17. Uma boa solução era o sc braga entregar à CMB a parte dos lucros correspondente à percentagem de acções que a CMB detem da SAD.
    E isto não era um pagamento porque só estariam a entregar o que já pertence à CMB, assim já se poderia dizer que a CMB fez um invetimento para apoiar o clube mas recebe algo em troca.

    ResponderEliminar