terça-feira, 30 de outubro de 2012

Há uma agulha no meio do palheiro....

É discutível em termos estéticos, mas como diz o povo "gostos não discutem". O palácio do Raio está a receber um novo pátio e escadaria, iniciativa integrada nos denominados programas "A Regenerar Braga".
Trata-se de uma iniciativa louvável e uma pequena gota no oceano de possibilidades de valorização patrimonial e cultural que poderia ter sido levado a cabo com os recursos dispendidos nestes projectos. Este sim um bom exemplo de regeneração, que nos pode fazer pensar em como teriam sido úteis estes projectos se o critério fosse sempre a valorização...

Pena a pedra ser ligeiramente diferente da que adorna a fachada rococó de uma das principais obras-primas de André Soares. Mas, como já nos habituamos, não podemos pedir de mais. Afinal só isto já é inovação!

PS - Já agora esperamos que voltem a colocar as fontes funcionais (com água!) - como aliás estavam antes das obras - e que coloquem um pouco mais de iluminação nas praças. Afinal também são para ser contempladas de noite...

2 comentários:

  1. Será que a obra foi acertada com o proprietário do palácio? É que já estou a ver o tal pátio a ser brevemente espatifado pela maquinaria para a remodelação do edifício, a fim de ser lá instalado o museu da Misericórdia, como está previsto. Mas pronto, como são dinheiros públicos, o que interessa é gastá-los...

    ResponderEliminar
  2. Mas o proprietário do palácio não é a Misericórdia?

    ResponderEliminar