segunda-feira, 22 de outubro de 2012

S. Martinho de Dume e os dias da semana

In: Diário do Minho, julho de 2011

3 comentários:

  1. O tema será um pouco mais complexo que o relatado.
    Sem menosprezar as catequeses enérgicas de S. Martinho, o facto é que não são originais: basta ler Agostinho.
    A mudança de hemeronímia será pré-martiniana, se nos ativermos ao testemunho de Idácio de Chaves.
    Provável é que a denominação pagã não se tenha chegado a enraizar verdadeiramente no noroeste peninsular, o que terá facilitado a adopção da nomenclatura cristã.

    ResponderEliminar
  2. Aproveite-se para recordar o epitáfio do malogrado Remisnuera, que nos deixou no já longínquo ano 618 da nossa era...

    ResponderEliminar