sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Legitimidades convertidas

Ao passar hoje na avenida Central deparei-me com um curioso cenário. O recolhimento das Convertidas, acabadinho de ser classificado como monumento de interesse público, viu serem-lhe removidas as escadas graníticas e as lajes da calçada associadas.
Como sabemos, para efectuar alterações num imóvel classificado ou na sua zona especial de protecção, é necessário ter um parecer positivo da Direcção Regional de Cultura.
Perante isto, a pergunta que surge é se a Câmara Municipal de Braga empreendeu o diálogo necessário com a entidade tutelar antes de promover os projectos "A Regenerar Braga", dado que se encontravam numa área parcialmente integrada numa ZEP de um imóvel em vias de classificação, e se deu conhecimento que está a"tocar" presentemente no próprio monumento já classificado.

Se a lei ainda não foi "convertida", há aqui algumas explicações a serem dadas...

Sem comentários:

Enviar um comentário