segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Leitores do Braga Maior querem pousada nas Convertidas

© Rui Ferreira 2012
51% dos participantes na sondagem que decorreu nos últimos dias neste blogue, pretendem que o recolhimento das Convertidas acolha a nova pousada da Juventude de Braga. Uma opção que esteve em discussão no recente debate promovido pela Braga + e que demonstrou ser a mais consensual. Todavia, só é legítimo concretizar esta proposta se efectivamente respeitar o edificado, não o descaracterizando, e se for feito um reaproveitamento da capela que a dignifique, ou seja, que lhe dê novamente uma finalidade religiosa.
Para 25% dos leitores, a proposta feita pelo Grupo Gonçalo Sampaio é a mais indicada, assentindo com a transformação do imóvel numa escola de artes e ofícios e num museu que exponha a cultura popular do Baixo Minho.
Entre as outras opções destaque para os 11% na hipótese Museu da Cidade. O Centro de Acolhimento e mediação familiar recolhe 4% e as outras opções 6%.

Independentemente da finalidade, é urgente a reabilitação do edificado (antes que seja tarde demais...)!

1 comentário:

  1. Eu acho que é muito importante que se crie em Braga um centro cultural do Minho. Mas que alem da vertente cultural seja um local onde os visitantes possam provar as iguarias minhotas (vinho, enchidos, queijos, etc) assim com estar exposto o artesanato.
    O ideal fazer uma pareceria com a empresa bracarense Edigma para juntar Hightech a este centro cultural.

    Dito isto as Convertidas não dispõe de espaço suficiente para ser esse espaço que braga precisa para expor o legado e tradição de toda a região que é o seu dever enquanto capital. Por isso para as convertidas acho que seria bom uma pousada da juventude.

    Quanto ao centro cultural eu faria-o num local bem maior como sendo o antigo governo civil + antigo quartel da policia por exemplo.

    ResponderEliminar