domingo, 30 de dezembro de 2012

Mensagem de Ano Novo do Presidente da Câmara

Como é habitual, o presidente da Câmara Municipal de Braga endereçou, pela última vez, a mensagem de Ano Novo aos bracarenses. Para além de focar a sua atenção na tão propalada reforma administrativa, Mesquita Machado centra a mensagem no momento de crise que o país atravessa e no modelo económico seguido.
"Todos sabemos quão difícil está a ser o quotidiano de muitos dos nossos concidadãos, mormente daqueles economicamente menos favorecidos. Todos conhecemos o flagelo do desemprego que afecta grande número das famílias portuguesas e as suas consequências sociais. Todos damos conta de que a esperança em dias melhores morre a cada dia no coração de muitos de nós.", afirma.
Sacudindo a água do seu capote, o edil bracarense atira a responsabilidade para os "governantes nacionais" e "dirigentes da União Europeia"
Mesquita Machado termina a mensagem referindo que "sabem que continuarei a fazer o que está ao meu alcance". 
Ora, não querendo colocar em causa as boas intenções do nosso presidente, deixo-lhe o desafio: se quer fazer o que está ao seu alcance para minorizar os efeitos da crise económica, porque validou o aumento brutal das tarifas de água e saneamento? Porque continuam a pagar os bracarenses uma das taxas mais elevadas de IMI do distrito?

Ainda vai a tempo de fazer o que está ao seu alcance para, efectivamente, minorizar os efeitos da crise junto dos bracarenses...

Sem comentários:

Enviar um comentário