segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Reinventar o passado no Minho

 
Um dos principais monumentos de Guimarães é o Paço dos Duques de Bragança. Originário no século XV, este imóvel foi abandonado, servindo os seus materiais para construções da zona envolvente. No século XX, movido pelos ímpetos nacionalistas, o Estado Novo quis recuperar o velho palácio, alterando-lhe sobremaneira o que teria sido no passado. Uma reinvenção que atingiu também a Sé de Braga e o antigo paço dos Arcebispos, hoje reitoria da UM.
Vale a pena observar as diferenças entre as fotos do início do século XX e a actualidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário