segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Autárquicas à vista

Uma equipa da concelhia do PS Braga esteve reunida este fim de semana no convento de Montariol para alinhavar as estratégias eleitorais. Deste grupo foram excluídos os eleitos de António Braga, algo que já deu direito a alguma indignação, reportada na edição do Diário do Minho e de hoje.
Uma das bases da estratégia eleitoral socialista vai ser a colagem de Ricardo Rio ao Governo central, tentando daí tirar proveito eleitoral. A equipa liderada por Vítor Sousa vai procurar também "um suporte de influência" junto das principais agências noticiosas e procurar actualizações constantes nas redes sociais e artigos de opinião nos jornais.
Se em tempo de crise, os meios de propaganda eleitoral do PS Braga voltarem a ser poderosos, será importante esclarecer os bracarenses quem são os financiadores da campanha...tudo em nome da clarificação.

Veremos qual será a resposta da coligação Juntos por Braga, à qual não faltam trunfos para jogar junto do eleitorado. Piscinas olímpicas, concessão dos parquímetros ou os escandalosos aumentos tarifários na Agere, um ano após lucros milionários, são alguns dos tiros nos pés do actual executivo socialista...

Sem comentários:

Enviar um comentário