domingo, 13 de janeiro de 2013

Título por canudo

O Sporting de Braga perdeu ontem, mais uma vez, para o campeonato, desta feita por 3-2 frente ao Nacional da Madeira. Mais uma desilusão pintada de incompetência, mesmo após uma primeira parte bem conseguida, que terminou com uma vantagem no marcador. Alan fez um remate de belo efeito e, após a defesa do guarda-redes adversário, Hélder Barbosa encostou para o golo.
A segunda parte foi um desastre. O primeiro golo sofrido é uma falha defensiva monumental. O segundo golo do Nacional é um presente para Peseiro. A sua invenção em colocar um jogador (Leandro Salino) que nem para a direita serve, na lateral esquerda, teve aqui a sua recompensa. Foi tão evidente, que a primeira substituição do não menos desastrado treinador foi precisamente tirar Salino e colocar o jogador que deveria ter jogado de início: Ismaily. Curiosamente foi este jogador que fez o auto-golo que deu o terceiro tento ao adversário. Uma infelicidade... O Braga perdia por 3-1! Para complicar tudo, após o Braga reduzir por Éder aos 82', Hugo Viana foi expulso, deitando por terra todas as esperanças do Braga.
Mesmo com um cenário dantesco, o treinador só vai alterou o seu onze passados 12 minutos de ter visto o placard alterar-se. Não se entende...
Com este treinador segurar o terceiro lugar, frente a adversários como Paços de Ferreira, Estoril ou Rio Ave, já será um grande sucesso. O título, esse ficou agora por um canudo, à boa maneira bracarense. Quanto aos troféus ainda em disputa, deixo uma questão: Mário Reis, António Sousa ou Carlos Carvalhal também ganharam taças, mas alguém diz que foram ou são grandes treinadores?

Esperemos que Salvador acorde a tempo de salvar alguma coisa.

Sem comentários:

Enviar um comentário