segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

A pessoa que assiste futebol a partir do banco...

Já escrevi tantas vezes sobre este senhor e sobre o péssimo trabalho que está a efectuar como treinador do Enorme, que não resisto em partilhar esta notícia do Expresso. José Peseiro teve, durante algumas horas, a sua verdadeira face exposta na wikipédia. Já lá não está, mas deve ter inomodado... A verdade é incómoda...

«O verbete sobre treinador de futebol José Peseiro na popular enciclopédia online Wikipedia foi alterado por um internauta anónimo, às 9h54 de 18 de janeiro deste ano, a partir de um computador localizado numa empresa de tecnologias de informação em Lisboa. José Vítor dos Santos Peseiro, nascido em Coruche a 4 de abril de 1960, passou a ser apresentado como "uma pessoa que costuma assistir aos jogos de futebol a partir do banco de suplentes. É conhecido por proporcionar conferências de imprensa bastantes filosóficas e por prometer títulos que quase ganha. É um dos treinadores favoritos das equipas adversárias". Mas não ficam por aqui os comentários em tom jocoso. Na biografia de Peseiro é dito que se destaca "pelas suas conquistas (0 títulos conseguidos) sendo um dos poucos "treinadores" que nunca ganhou coisa nenhuma".
Prossegue o anónimo autor da sátira, numa alusão à época de 2004/2005: "Peseiro conquistou o título de "O treinador do quase", pois numa semana quase que ganhava a Taça UEFA [que perdeu por 3-1 frente ao CSKA de Moscovo], quase que ganhava o Campeonato e quase que ganhava a Taça. Mas o que é certo é que o seu currículo continuou tão vazio como até aí." Sobre a ida de José Peseiro para o Sporting de Braga, recorda-se que "prometeu mais uma vez conquistar títulos" mas "o resultado prático foi o mesmo de sempre: 0 títulos. A época até começou bem ao conseguir o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA nos penáltis. Mas mais uma vez, Peseiro iria incutir o seu cunho pessoal: o quase". Sobre a recente campanha europeia do Sporting de Braga, o articulista lembra que "Peseiro quase que conseguiu ganhar ao Manchester United por 2 vezes" e que a nível interno "quase que passava às meias-finais da Taça de Portugal mas foi eliminado por uma equipa formada por jogadores recrutados nos classificados do 'Jornal de Notícias', resultado que ditou o seu afastamento". A fechar, este internauta anónimo afirma que "Peseiro é conhecido também pelo seu temperamento calmo, o que o leva a em caso algum fazer substituições antes dos 80 minutos de jogo. Nas derrotas sabe manter o seu perfil calmo, nunca atribuindo culpas, pois trata-se apenas de sorte ou falta dela."»
(In: jornal Expresso)

Sem comentários:

Enviar um comentário