sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Moralizar o futebol

O Sporting de Braga foi multado em 4.980 euros, com base no Artigo 187.º do Regulamento Disciplinar da Liga (Comportamento Incorreto do Público), na sequência dos graves incidentes na recente partida com o Paços de Ferreira.
Este valor, modesto em face do que se passou, não deveria ser imputado ao clube, mas sim à claque ou aos induivíduos que promoveram as tentativas de agressão aos adeptos visitantes. Este tipo de situações, sem qualquer justificação, acaba por penalizar os adeptos do Braga no seu todo, que vão passar a ser olhados como arruaceiros e mal comportados. Não somos!
A melhor solução, a meu ver, era o clube "obrigar" a claque a arcar com os prejuízos. Estou certo que os responsáveis por estes actos passariam a adoptar outro tipo de comportamento...
Como o futebol é um jogo de emoções é natural que haja momentos de maior tensão e excessos de comportamentos, todavia jamais se poderá permitir que certas barreiras sejam ultrapassadas. A verdade é que esta situação já se previa, num estádio que não foi pensado para os adeptos adversários. Quem assiste aos jogos na bancada nascente, já sentiu diversas vezes o perigo de tão significativa proximidade com os adversários. Definitivamente, as obras de arte têm que ser funcionais, não é verdade Souto Moura?

2 comentários:

  1. Eu porém acho muito bem que esse valor seja imputado ao clube, pois o clube, o SCB neste caso concreto, mas qualquer clube em geral e os seus dirigentes apoiam formal ou veladamente estas claques, muitas vezes constituída por marginais.
    Por isso, enquanto assim for, acho muito bem que os clubes paguem estas multas, para ver se um dia os clubes deixam de patrocinar estas "malditas" claques. Eu sou ainda do tempo em que o SCB não tinha nenhuma claque e não era por isso que os jogadores do SCB não eram apoiados. E também me lembro que acontecimentos destes, nunca se verificavam em Braga, ao contrário de outros clubes e cidades.

    ResponderEliminar
  2. É frequente assistirmos a atos de vandalismo perpretados por essa gentalha chamada claques, que proliferam um pouco por toda a parte.
    Todos sabemos que as claques são um antro de degradação, de tráfico e consumo de drogas (o lider de uma claque de braga, o de uma de guimarães, vários de outros clubes, já presos precisamente por tráfico de droga. Quem assiste a jogos próxmo dessa escumalha, repara bem o que eles fazem. Fazem-no com o apoio das autoridades e principalmente da direção do SCB. A direção do SCB é a grande culpada de tudo isto, ao reservar locais especias para estes vandalos. o lugar desta gente não é noes estádios,
    cumprimentos

    ResponderEliminar