quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Um indulto a Peseiro no caminho de Coimbra

www.record.pt
A alegria voltou ontem a encher o coração dos verdadeiros bracarenses. O Braga eliminou o Benfica e chegou à final da Taça da Liga pela primeira vez na sua história. Eis que chegou a segunda final da era Salvador em Braga, isto sem contar com as três épocas em que o Braga disputou o título da Liga até às derradeiras jornadas, algo que também conta como disputa iminente de um troféu.
O Braga fez uma das melhores exibições da época, à parte o desacerto na eficácia atacante, mas foi inequivocamente melhor que o Benfica, algo reconhecido até pelos jornais afectos a este clube. Se é certo que os capitalinos fizeram algumas poupanças - não tantas como as que eram aguardadas - também é verdade que tal não justifica o jogo pouco intenso que realizaram.
A primeira parte correu célere, com os lisboetas a tentarem claramente baixar o ritmo de jogo, enquanto o Braga procurava usar a velocidade para surpreender o adversário. A meio da segunda parte o desgaste físico dos bracarenses fez-se notar e o Benfica, mais fresco, aproveitou para exercer algum domínio de jogo. No final dos 90 minutos, o nulo premiava os visitantes e penalizava a equipa que mais procurou a vitória e mais oportunidades teve para concretizar: o Braga.
Nos penaltis Quim foi o herói e redimiu-se da asneira cometida na meia final de Barcelos, que no ano passado roubou a primeira final desta competição ao maior clube do Minho. A arrogância do guarda-redes Artur Moraes, que provocou Quim durante a marcação de penaltis, e de Luisão em declarações no final do jogo, foi brindada com uma derrota que faz sempre bem à humildade.
O Braga está de parabéns. Até Peseiro está de parabéns... A equipa defendeu melhor e só falhou onde costuma acertar: no ataque.
Nesse sentido, deve-se aqui um indulto a Peseiro até ao final da época, esperando que cumpra a obrigação de lutar pelo ceptro de Coimbra e que garanta o terceiro lugar. Depois, que parta em paz para Inglaterra e deixe o Braga voltar aos grandes palcos com um treinador adequado ao nivel da equipa.
Parabéns Guerreiros!

PS - De lamentar o apedrejamento do autocarro do Benfica, acto que envergonha os bracarenses e a cidade de Braga. Nada justifica isto, ainda para mais após os recentes acontecimentos. A provar-se que foram sócios do Braga, deveria ser proposta a sua exclusão do clube. Todavia, não é lícito ser atribuído imediatamente a adeptos afectos ao Braga! Até arriscaria a que clube são afectos os adeptos em questão...

6 comentários:

  1. "Até arriscaria a que clube são afectos os adeptos em questão..." Então arrisque...para quem é tão assertivo no comentário ao jogo devia completar o pensamento.

    ResponderEliminar
  2. A culpa do apedrejamento é do Peseiro!...Ou dos outros!..

    ResponderEliminar
  3. Acho que tem toda a razão não foram adeptos do braga. Cá para mim foram uns ajudantes da claque, os mesmos que no final do jogo lançaram fumos azuis...

    ResponderEliminar
  4. É só azía, nas farmáçias há solução!

    ResponderEliminar
  5. Apedrejar um veículo em movimento só pode ser considerado como tentativa de homicídio. E ser tratado como tal.

    ResponderEliminar
  6. "Apedrejar um veículo em movimento só pode ser considerado como tentativa de homicídio. E ser tratado como tal."
    Exacto!

    ResponderEliminar