sábado, 20 de abril de 2013

Quanto custa fazer um parque nas Sete Fontes?

Algumas dezenas de bracarenses visitaram hoje de manhã o complexo eco-monumental das Sete Fontes. Perante a beleza do conjunto, que reúne mananciais de água, zona florestal e património construído, muitos dos que o avistaram pela primeira vez pediram um parque naquele local.
Não é um devaneio. É uma vontade forte dos cidadãos e uma efectiva possibilidade, assim haja vontade política.
Já não nos contentamos com promessas vãs. É preciso seriedade!
As Sete Fontes têm tudo: água, vegetação, sossego, paisagens, utilidade, história...
Afinal, quanto custa fazer um parque nas Sete Fontes?
40% dos 8 milhões esbanjados nas piscinas olímpicas.
80% do valor dispendido na aquisição da fábrica Confiança.
8% dos 43,5 milhões investidos em relvados sintéticos no município de Braga...

Depois perguntamos: como é possível a terceira cidade do país, com 130 mil habitantes na área urbana, só deter um parque urbano de 5 hectares e inaugurado em 1922?

1 comentário:

  1. Infelizmente, as contas estão mal feitas. É preciso somar ao valor indicado a quantia que deixará de ser ganha, pelas diversas partes, por não se poder urbanizar aquilo de alto a baixo.
    E fará falta ainda contar com as indemnizações milionárias que certamente serão devidas, a título de direitos adquiridos (mesmo que ilegalmente, mas que nenhum tribunal português ousará pôr em causa).

    ResponderEliminar