domingo, 7 de abril de 2013

Uma Braga bem maior do que imaginamos...

© Rui Ferreira 2013

Inserida na celebração do Dia Nacional dos Moinhos, realizou-se hoje uma caminhada desde Briteiros até à Lageosa, iniciativa inserida nas Olimpiadas Castrejas, em colaboração com a Associação Cultural e Recreativa dos Moinhos dos Rios Torto e Febras e da Associação Social e Cultural de Sobreposta.
Esta caminhada, que uniu bracarenses e vimaranenses, permitiu apreciar a beleza natural de um território desconhecido de muitos dos nossos conterrâneos, mas que é, quiçá, o mais encantador. E aqueles moinhos na Lageosa!
Ali, no limite mais esquecido do concelho de Braga, paredes meias com o município vimaranense, não falta o orgulho pela original raiz. Uma heráldica de Braga, perdida entre os utensílios da ruralidade, é selo de identidade!

Para quando uma Braga que aprende a valorizar todas as suas riquezas, afinal não somos só a cidade, o Bom Jesus, a Falperra ou o Sameiro? Somos muito mais!

1 comentário:

  1. E para quando dar dignidade à Aldeia dos Galos com todos os seus moinhos?
    Não seria de recordar também estes moinhos, desaparecidos ou quase?

    ResponderEliminar