terça-feira, 28 de maio de 2013

Memória Maior: o festival sanjoanino da Avenida


Nos tempos em que a avenida Central ainda detinha o Passeio Público, que perdurou entre 1863 e 1914, as festas de São João tinham aqui o palco privilegiado para as elites, as mesmas que enchiam os hotéis de Braga dias antes dos festejos. 
A comissão de festas não se poupava a esforços para realizar o grande festival nocturno, para o qual concorriam as melhores bandas do país e da vizinha Espanha. Os ingressos eram proibitivos para grande parte da população da cidade, por isso era denominada de festa dos ricos.
As iluminações e decorações também eram encomendadas aos melhores nomes do desenho e ascendiam a custos grandiosos. Por causa desta popularidade entre as elites, a rainha Mãe, D.ª Maria Pia chegou a manifestar a intenção de viver tão auspiciosos festejos.
Após o desmantelamento do Jardim Público, o festival da Avenida continuou, mas acabou por transferir a festa dos ricos para o Bom Jesus, onde se realizaram grandes Verbenas com os principais artistas nacionais, entre os quais Amália Rodrigues.

Sem comentários:

Enviar um comentário