quinta-feira, 16 de maio de 2013

Memória Maior: resquícios da rua das Águas


@ Grupo Memórias de Braga (Facebook)
Como sabemos, a avenida da Liberdade resulta de um grande projecto que visava construir uma grande avenida entre o parque da Ponte e o cemitério. Concretizada apenas a sua vertente sul, esta grande artéria sacrificou o traçado das estreitas ruas da Ponte e das Águas.
Dado que o traçado de ambas não era tão coincidente como exigia a ortometria da nova avenida, grande parte dos edifícios foram dizimados e, os que sobreviveram, tiveram que sofrer significativas adaptações. É o caso do edifício que vemos na imagem e que ainda hoje subsiste, localizado no largo João Penha.
Como se observa na primeira gravura, esta casa tinha duas fachadas, uma voltada para a rua do Raio e outra para a rua das Águas. Sendo necessário acertar o gaveto desta rua com a nova avenida, foi-lhe acrescentado um edifício a poente, que obliterou de vez a sua fachada lateral.
Um resquício da antiga rua das Águas que vale a pena recordar.

Sem comentários:

Enviar um comentário