terça-feira, 18 de junho de 2013

O rosto mais conhecido dos bracarenses

Desde cedo, as festas de São João se foram apropriando de todos os elementos unificadores do município de Braga. Tratou-se de um movimento natural da população em relação ao seu momento mais desejado do calendário.
Por isso mesmo, cedo começaram a surgir símbolos associados às festas de São João cujo uso se multiplicou, influenciou rotinas e perdurou no tempo. O mais autêntico destes símbolos é a iconografia, entretanto muito divulgada e já estendida para fora das fronteiras de Braga: o São João Menino.
Trata-se de uma imagem da cintura para cima, envolta numa moldura semi-circular, na qual surge uma criança aureolada com cerca de quatro anos, vestida de pele animal, segurando o cordeiro com a mão esquerda e tendo a direita agarrada a um cajado do qual surge a inscrição “Ecce Agnus Dei”. Esta iconografia, que foi o elemento base da maior parte dos cartazes das festas entre 1910 e 1950, continua ainda hoje a ser presença assídua nos desenhos das decorações e iluminações que adornam as ruas da cidade nos dias da festa e, até, nos próprios cartazes, como aconteceu ainda em 2011. Trata-se de um elemento indissociável das festas de São João de Braga.
Pena que o cartaz deste ano tenha ido buscar uma imagem semelhante, desconsiderando esta, e ainda lhe tenha acrescentado um martelo, que não é propriamente um símbolo da tradição sanjoanina bracarense.

Sem comentários:

Enviar um comentário