quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Memória Maior: campo de Santiago

Esta foto do largo de Santiago é bastante curiosa e rara. Deverá remontar aos anos 1850-1875, pelo facto de ainda se vislumbrar a fachada do antigo colégio dos Jesuítas sem a porta que actualmente possui. Esta fachada, ao contrário do que muita gente supõe, não era a entrada principal do colégio, pois esta localizava-se ao lateral à entrada da igreja, voltada ao largo de S. Paulo. Nesta fachada só existiam janelas. A porta em estilo renascença que actualmente admiramos era pertença do antigo seminário de S. Pedro, que se localizava no campo da Vinha e foi transferido solenemente para este edifício no ano de 1880. Nessa altura o antigo pórtico do seminário foi trazido para o novo edifício do seminário, tendo sido colocado na fachada voltada ao campo de Santiago.
Outra curiosidade desta foto é a perceção clara do desnível existente neste espaço urbano, que foi rebaixado mais de um metro desde a Idade Média. A Torre de Santiago, cuja passagem se fez até 1721 pelo interior da mesma, apresenta ainda hoje a antiga passagem. Pelo seu limite inferior podemos percecionar qual seria a cota do pavimento deste campo quando a torre foi construída. À imagem do que sucedeu no largo Paulo Orósio, o desgaste do tempo, rebaixou naturalmente esta área da cidade. É interessante hoje passar nesses espaços urbanos e perceber como ainda são nítidos os sinais do passado.

1 comentário:

  1. morei aqui bem perto muitos anos e cruzei milhares de vezes a pé este largo! por isso a imagem é surpreendente e tem uma forte carga emocional. :)

    ResponderEliminar