segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Memórias de Braga: campo Conde de Agrolongo

© Memórias de Braga (Facebook)
A memória da cidade de Braga entre a segunda metade do século XIX e inícios da centúria seguinte está patenteada particularmente nos postais ilustrados, fonte inesgotável para a bracarografia.
O postal que acima vemos deverá remontar aos anos de 1911 e 1912, a atestar pelos trabalhos quase concluídos da reabilitação do antigo convento do Salvador, renovado para servir de asilo de mendicidade pelo benémerito "torna-viagem" Conde de Agrolongo.
Para além das movimentações típicas de um dia de feira, algo que nos leva a recordar que era aqui o recinto onde se realizava, podemos observar a fonte atualmente colocada no largo Carlos Amarante, que teve aqui o seu primitivo local de implantação. Esta fonte, renovada no primeiro quartel do século XIX, conforme atesta uma inscrição que exibe, deverá remontar ao século XVII e apresenta uma enorme obelisco que a singulariza entre os demais fontanários. Foi deslocalizada para o largo Carlos Amarante na sequência das renovações urbanísticas levadas a cabo no mandato do coronel Lopes Gonçalves como presidente da Câmara (1913-1915).

Sem comentários:

Enviar um comentário