sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Quem tem medo de dar a cara por Braga?

Hoje é um dia feliz para a cidadania e defesa do património em Braga. A associação juvenil JovemCoop Natureza e Cultura completa 34 anos de existência. Um dia feliz que deve servir para reflectir sobre a necessidade de fomentar a intervenção cívica na nossa cidade. Graças às intervenções públicas da JovemCoop, particularmente na última década, muitas medidas foram tomadas em prol do nosso património. Centenas de jovens puderam também ficar a conhecer melhor a sua história e os seus monumentos e assim serem sensibilizados para a salvaguarda do seu legado comunitário.
Graças à JovemCoop, e muito particularmente à tenacidade do seu coordenador-geral Ricardo Silva, Braga ficou convencida que os cidadãos são uma força de transformação da realidade.
Hoje a JovemCoop tem novo rosto, a Margarida Pereira, e o Ricardo Silva decidiu abraçar um desafio para o qual está impressionantemente talhado: ser presidente da Junta de Freguesia de S. Victor!
Ao contrário do Ricardo Silva, que possivelmente se deu ao luxo de recusar propostas de envolvimento partidário quer na antecâmara das autárquicas de 2009, quer nas que se vão disputar este ano, outros abraçam de forma imediata a proposta que lhes é feita, mesmo quando são terceira opção, mesmo quando juraram publicamente jamais votar no partido que lhes fez o convite...
Esses outros são os mesmos que, não apresentando qualquer currículo de intervenção cívica pela sua cidade ou freguesia, vêm agora tentar descredibilizar aqueles que nunca tiveram medo de dar a cara por Braga e por aquilo em que acreditaram, dizendo que só o fizeram porque já tinham como fito ambições políticas...
De facto, há independentes e independentes. Uns surgiram como rostos de candidaturas devido ao seu percurso cívico exemplar, ao seu altruísmo e envolvimento comunitário. Veja-se os casos de, não apenas Ricardo Silva, mas também Ricardo Sousa, apoiado pelo PS em S. Lázaro e S. João do Souto, para citar outras forças partidárias. Outros surgiram seguramente por motivações que não a cidadania. Cabe aos bracarenses avaliar...
Mesmo com toda a contra-campanha, as tentativas caluniosas de descredibilizar aqueles que sempre deram a cara por Braga, os cidadãos sabem distinguir o trigo do joio e há provas irrefutáveis em favor desse discernimento. A JovemCoop, hoje de parabéns, é uma delas!
Continuemos a lutar por uma Braga Maior!

Sem comentários:

Enviar um comentário