quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Sporting de Braga: o hábito de vencer

O Sporting de Braga levantou ontem o troféu do torneio Guadiana, a mais prestigiante prova da pré-época nacional. Depois de duas vitórias por 1-0 sobre os ingleses do West Ham e sobre o rival directo Sporting, os arsenalistas foram a equipa mais forte na prova, acrescentando mais um caneco ao palmarés. Apesar do torneio estar construído para favorecer um dos participantes - o Sporting foi o único que teve um dia de descanso entre jogos - foi o nome "Braga" que se escutou no final.
É certo que esta prova não conta muito no âmbito competitivo, mas manifesta um sinal muito positivo do novo Braga que se ergue, depois de uma época de pouco ou nenhum futebol e de muitas expectativas defraudadas.
Jesualdo Ferreira parece ainda ter dúvidas sobre algumas peças do meio campo e da defesa, mas nota-se a consolidação de uma forma de jogar mais equilibrada, sem contudo retirar a ambição. Nuno André Coelho e Joãozinho na defesa não parecem ser de fiar, mas no meio campo vai-se afirmando cada vez mais a inclusão de Rafa e de Luiz Carlos, dois reforços de luxo, que podem atirar Micael ou Alan para o banco de suplentes.
Na frente, não faltam opções: Edinho pode ser aposta certa até Éder se recuperar; nos flancos Agra, João Pedro, Pardo ou Hélder Barbosa podem ser artífices.
Muita atenção a Mauro! Que grande exibição ontem!

Os bracarenses podem estar descansados. Temos equipa!

PS- Lamentável as capas de alguns dos matutinos desportivos. Foi o Sporting que perdeu o torneio e não o Braga que o venceu... Até quando esta imparcialidade?


Sem comentários:

Enviar um comentário