terça-feira, 3 de setembro de 2013

Noite Branca, um sucesso que permanece

A Noite Branca já faz parte do calendário anual de Braga
A Noite Branca é o maior legado que a Capital Europeia da Juventude deixou a Braga. Depois do estrondoso sucesso do ano passado, espera-se uma renovada participação que vai animar o centro histórico de Braga na noite deste sábado até de madrugada.
Mariza e David Fonseca são cabeça de cartaz de um evento que integra ainda um espetáculo com um balão de hélio, um mercado e um espetáculo musical que promete reunir históricas bandas do panorama bracarense. Não teremos o Festival do Norte que o ano passado abrilhantou culturalmente a Noite Branca, mas esperamos por outros aliciantes.
Pena que este conceito e esta denominação se repita em outras localidades do país. Porque não, no próximo ano, alterar o nome ou a cor?
A Noite Branca já faz parte do calendário anual de Braga. Está de parabéns a equipa da Fundação Bracara Augusta que toma a seu cargo o evento. Esperemos que não apareçam outros protagonistas a querer aparecer na fotografia na noite de sábado... Este é um evento para todos os bracarenses!
Aqui fica o programa da Noite Branca:

CONCERTOS PRINCIPAIS
Local: Praça do Município
18H30 – Mónica Ferraz
23H00 – Mariza
01H00 – David Fonseca
03H00 - Funk You 2

HELIOSPHERE
Local: Praça da Republica
Hora: 21H30 e 23H00
Acrobata suspenso num balão de hélio, explora o espaço das ruas do centro histórico e espreita pelos telhados. Usando música, luzes e um local ao ar livre, os Heliosphere
criam a ilusão de voar. Um enorme balão de cores, que ilumina a noite e pode elevar-se 20
metros em segundos. O impossível torna-se possível.

WHITE MARKET
Local: Avenida Central
Hora: 10H00 até às 20H00

PALCO AR QUENTE
Local: Largo do Paço
Hora: a partir das 18H00
Este espaço está destinado a uma programação de espetáculos de diferentes estilos do mundo. Está previsto nesta viagem de balão, percorrer o folk tradicional, o indiano, sons do brasil e sons da Jamaica, entre outros.

CONCERTO COMUNIDADE
Local: Praça da República
Hora: 22H00
Uma performance única e irrepetível. O material apresentado terá como ponto de partida a cidade de Braga, as suas características e tradições e os significados subjetivos destas vivências nos participantes do projeto. No mesmo palco e sem hierarquias haverá representantes de bandas como Mão Morta, Mundo Cão, Peixe:Avião, Monstro Mau, Td3, Balão de Ferro, At Freddy's House, LaLaLa Ressonance ou Astroboy, por exemplo, juntamente com músicos fortemente ligados à música erudita (Conservatório Gulbenkian) ou tradicional. A este grupo juntam-se comunidades musicais de Braga e músicos individuais que aceitaram o desafio de participar, tocando (como no caso do Compasso Quat) ou cantando, (GaTuna ou Coro Académico da Universidade do Minho).
O espectáculo será dirigido por Tim Steiner, que conta poder envolver toda a audiência em momentos performativos de grande impacto e participação, algo em que tem larga experiência.

Sem comentários:

Enviar um comentário