segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Memórias e diário de um fidalgo bracarense

Braga passa a contar com mais um testemunho público da sua história
Foi apresentada, na passada sexta-feira, a obra “Memórias e diário íntimo de um fidalgo bracarense (1787-1810)” do fundo da Casa do Avelar pertencente ao Arquivo Distrital de Braga.
Este livro, com transcrição e estudo da autoria de Ana Maria Macedo, apresenta-nos o diário pessoal de João Luís Jácome, um fidalgo bracarense que viveu entre os anos de 1735 e 1810. No seu relato pessoal encontram-se inúmeras referências à vivência social e comunitária da Braga dos finais do século XVIII e inícios de XIX. Trata-se de um testemunho que serve de complemento às Memórias de Inácio José Peixoto, contemporâneo de João Luís Jácome, que legou aos vindouros dados relevantíssimos para a historiografia bracarense.
A obra já está à venda e merece ser lida por todos os amantes da Bracarografia!

Sem comentários:

Enviar um comentário