domingo, 6 de outubro de 2013

Musealização das ruínas suévicas de Dume


Projeto de musealização elaborado pela Unidade de Arquelogia da Universidade do Minho
Depois de década e meia de espera, começaram as obras de musealização das ruínas arqueológicas que se encontram no adro da igreja de São Martinho de Dume, e que são testemunho da antiga basílica suévica fundada por este prelado. O projeto de musealização resulta dos estudos desenvolvidos entre os anos de 1988 e 1992, sob a orientação do arqueólogo Luís Fontes. Nessa altura, o adro e pavimento da igreja foram alvo de escavações arqueológicas, que vieram esclarecer muitas dúvidas quanto ao local e tamanho do famoso mosteiro e basílica de Dume.Segundo se supõe, trata-se da mais antiga edificação cenobótica do território português, sendo a basílica antecessora da hoje famosa capela de S. Frutuoso.

Os achados arqueológicos estiveram nos últimos anos expostos e numa situação de degradação progressiva.
Braga vai passar a contar com mais um espaço museológico de enorme valia. Uma excelente notícia para os amantes do património!

Sem comentários:

Enviar um comentário